Jaguar F-Type Conversível 2014

Quem já viu um carro da Jaguar sabe que trata-se de um modelo que tem todas as características de um carro campeão de vendas, suas principais características são voltadas para os designs de competição. Sendo assim ele se torna perfeito para ser usado no asfalto e nas cidades de maior circulação de veículos do mundo, qualquer pessoa que tenha condições financeiras de investir em um carro dessa marca jamais vai se arrepender. Atualmente alguns foram remodelados e receberam novas gerações para competir com outras marcas no mercado, por isso vamos indicar a você um deles que mesmo sendo novidade já está fazendo sucesso por onde passa.

Jaguar F-Type Conversível

A empresa descreve esse carro como um verdadeiro esporte, sendo o mais novo e lustre modelo da linhagem que oferece um visual inovador e também uma sensação inigualável de direção em seu desempenho. É um carro conversível feito para elevar o prazer de conduzir em qualquer situação, perfeito para uma pessoa que seja solteira ou que tenha apenas uma outra como companheira para levar ao seu lado. Todo em couro ele proporciona o melhor do luxo para quem está rodando com ele sem contar que é confortável de mais. Testes feitos por jornalistas deixaram os participantes boquiabertos ao falar sobre o assunto, um deles descreveu a sensação como única e disse que dificilmente sentirá o mesmo prazer se rodar com outro carro.

Conversível Jaguar

Especificações do motor

O F-Type combina a sua tecnologia interna com o aumento do desempenho e da potência de seu motor V6 3.0 supercharged de 340 cavalos, a super máquina é capaz de fazer de 0 a 100 em apenas 5,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 260 quilômetros por hora. Se o motor escolhido for o V8 de 5.0 ele se tornará um bruto de 595 cavalos que faz de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 300 km/h. Essas qualificações o tornam impressionante tanto no estilo como na força e no conforto. Pessoas de todas as idades certamente vão se surpreender com ele, dando atenção aos seus principais pontos.

Jaguar Conversível

Na dianteira ele recebe dois modelos diferentes, o primeiro é um pouco mais light, enquanto o outro se torna mais agressivo por conta de suas linhas que são mais arrojadas. Na traseira são extremamente iguais com uma lanterna que pega praticamente todo o porta-malas, sendo separada apenas pela placa. As quatro bocas do escapamento tornam a sua combustão mais rápida e também ajuda no ronco do motor que fica mais grave. Tanto uma versão quanto a outra podem alegrar os consumidores mais exigentes, por isso vale a pena analisar de perto.

Jaguar anuncia que XFR chega ao país por R$ 450 mil

Jaguar anuncia que XFR chega ao país por R$ 450 mil

A montadora Jaguar anunciou ontem (12) uma novidade em seu leque de modelos oferecidos no Brasil. A marca britânica passa a oferecer por aqui a versão superesportiva Racing do sedã médio-grande de luxo XF.
Indicada pela sigla XFR, a configuração esta a venda por R$ 450 mil e é o carro de passeio mais veloz já produzido pela Jaguar. Equipado com um poderoso bloco 5.0 litros a gasolina, com oito cilindros em “V”, injeção direta de combustível e sobre alimentado por um compressor mecânico. O propulsor desenvolve expressivos 510 cavalos de potencia máxima.
O motor é acoplado a um cambio automático seqüencial de seis velocidades, com opção de trocas manuais por meio de manoplas atrás do volante. Segundo informação da Jaguar, o XFR pode atingir a velocidade de 250 km/h, limitada eletronicamente.
No interior o modelo traz bancos de couro perfurado e estampados com a logomarca “R”, volante de couro costurado a Mao e painel com revestimento de alumínio. Por fora, as rodas de liga leve de 20 polegadas exibem novo desenho e o capô recebeu entradas de ar.

Jaguar anuncia que XFR chega ao país por R$ 450 mil

O Jaguar XFR também vem extremamente recheado de equipamentos instalados de fabrica. Na parte de segurança, há freios com ABS, distribuidor eletrônico de frenagem EBD e assistente de emergência BAS, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, além de airbags duplos frontais, laterais dianteiros e traseiros e do tipo cortina. A chave é do tipo Keyless, com acionamento do motor feito por meio de um botão no painel.
Há também diversos itens de entretenimento e conforto, com destaque paro o sistema multimídia operado por uma tela de alta resolução sensível ao toque, posicionada ao console central. É possível ajustar a temperatura e a intensidade do ar-condicionado de duas zonas, plugar iPod, conectar o celular via Bluetooth ou ler informações do computador de bordo no display. Ainda há ajustes elétricos para os assentos dianteiros.

Jaguar XK 140 da década de 50 será leiloado

Jaguar XK 140 da década de 50 começa leilão em US$ 70 mil

Um Jaguar na garagem, certamente, é um privilegio. Esse carro foi um dos clássicos da década de 1950, inspirada nos modelos que aceleravam nas pistas no período. No próximo dia 21 de janeiro, em Londres, será leiloado sob a direção da RM Auctions esse raro Jaguar XK 140 MC Roadster, fabricado em 1954. O lance mínimo inicial é de US$ 70 mil. Um detalhe curioso é que só a restauração do carro feita no ano de 1990, custou US$ 100 mil.
Esse modelo pertence à segunda geração da série esportiva roadsters XK, apresentada em 1948 com o modelo 120, no Salão do Automóvel de Londres. A linhagem esportiva nasceu da idéia de Willian Lyons, fundador da marca que desejava oferecer um carro aerodinâmico, veloz e exclusivo, para afugentar de vez o fantasma da crise automobilística, vista durante a segunda guerra mundial quando a indústria praticamente parou. O Xk 140 chegou em 54 com diversos aprimoramentos, e o mesmo conceito do 120, porem com mecânica aperfeiçoada.

Jaguar XK 140 da década de 50 em leilão terá início em US$ 70 mil

O carro teve uma restauração minuciosa liderada pela empresa Rick Kriss, dos EUA. A empresa tem no seu portfólio a restauração de outros modelos Jaguar de vários colecionadores de todo o mundo. O trabalho envolveu a desmontagem completa do veiculo ate o ultimo parafuso, catalogação e recuperação de cada peça conforme os padrões da época.
O motor foi todo restaurado mantendo os 160 cavalos originais que supera os 200 km/h. O propulsor foi completamente desmontado, e ainda que não fosse necessário e restaurado com todos os selos, mangueiras, juntas e componentes originais encomendados pelo restaurador ao fabricante.
A parte elétrica do carro foi totalmente substituída, por ser um veículo fabricado a 56 anos, do chicote aos terminais que comandam os sistemas de iluminação e partida. O painel e seus elegantes mostradores, deslocados para a direita, foram desmontados e revisados pela equipe de restauração. Por fim, o Jaguar XK 140 recebeu tratamento especial das rodas raiadas e ganhou um conjunto de pneus whitewall, conforme as especificações originais.