Ferrari F12 Berlinetta 2014

Ferrari F12 Berlinetta 2014

A italiana Ferrari é conhecida mundialmente pelo design de seus carros e pela potência de seus motores, algumas são versões apenas para apresentações enquanto outras são feitas para serem comercializadas.

A parte mais interessante é que alguns dos modelos são raridades no mundo por conta do preço, por isso é provável que em uma cidade que tenha uma Ferrari não tenha mais nenhuma outra do mesmo modelo.

Aquela que se encaixa perfeitamente nesse ponto é a Ferrari Berlinetta, o veículo é tão único que assim que anunciado que viria para o país, a importadora responsável pela sua chegada anunciou que espera que apenas 10 unidades sejam vendidas no primeiro ano.

Avaliação da Ferrari F12 Berlinetta 2014

A forma com que o veículo foi montado não garante apenas a boa velocidade a ele, mas também traz uma melhora significativa na velocidade final. Todo o vento que é absorvido pelo veículo passa pelo fluxo de ar envolta de sua carroceria, eles são direcionados pelos spoilers, vincos, para-choque, para-lamas e são deixados para trás evitando que isso atrapalhe o rendimento mesmo que seja em milésimos de segundos.

Ferrari F12 Berlinetta 2014 teste

Outro ponto que foi bem trabalhado para essa edição é a frenagem, a partir de agora a distância necessária para levar o carro a imobilidade passou a ser menor. De acordo com a Ferrari, a Berlinetta pode ser parada em apenas 30 metros quando estiver a 100 km/h, isso ocorre graças aos freios de cerâmica que foram trazidos diretamente dos carros de corrida da marca para a versão das ruas.

Preço da Ferrari F12 Berlinetta 2014

As principais novidades desse veículo estão em suas ligas que passaram a ter materiais inéditos, até mesmo ligas utilizadas em aviões passaram a compor o chassi da Berlinetta, segundo a Ferrari.

Com isso passou a pesar cerca de 70 kg a menos do que o modelo anterior, a maior parte do peso se concentra na parte traseira. Não foi apenas nisso que o carro ganhou novidades, segundo a marca o consumo de combustível foi reduzido em 30%, mas os números não foram divulgados.

Ferrari F12 Berlinetta 2014 traseira

No interior o carro recebeu detalhes em alumínio, fibra de carbono e o couro costurado à mão valorizando o serviço feito. Inicialmente os interessados deverão pagar o preço de R$ 2.4 milhões para contar com um desses na garagem, com certeza esse é um número que poucas pessoas terão condições de oferecer para as importadoras.

Ficha técnica da Ferrari F12 Berlinetta 2014

O que mais chama a atenção para muitas pessoas é o motor V12 que desenvolve até 740 cavalos de potência, esse número é alcançado quando ela está a 8.500 rpm graças a combinação com a dupla embreagem utilizada em carros da Fórmula 1. Ainda existem opcionais que podem fazer parte do veículo, se todos forem colocados o custo final sobe para R$ 2.9 milhões.

Ferrari F12 Berlinetta 2014 interior

Outros números que deixam pessoas espantadas é a velocidade máxima que chega a 340 km/h quando amaciada, além dos 3,1 segundos que ela leva para ir de 0 a 100 em uma reta.

Assim como em todos os veículos da marca os consumidores certamente vão se surpreender com esse modelo, uma vez que ele leva o prazer de condução a outro nível.

Quer ver mais sobre a Ferrari F12 Berlinetta? Assista ao vídeo que segue abaixo.

Ferrari Califórnia 2013 preço

Ferrari Califórnia vermelha

A fabricante de automóveis Ferrari lançou recentemente um novo modelo de carro intitulado “Califórnia”, que chegou em grande estilo ao mercado e promete ser tão famoso quanto tantos outros já fabricados por ela.

A origem desse modelo, na verdade, vem de meados de 2005, em que seria lançada sob a marca Maserati, pertencente a Ferrari, e posteriormente foi lançado em 2008 no Paris Motor Show, até finalmente chegar agora na versão que conhecemos e, claro, que tanto adoramos. Com um motor mais potente, a Califórnia mantém um ar de luxuosidade, ousadia e conforto.

Preço no Brasil da Ferrari California 2013

A Califórnia chegou ao Brasil recentemente sob uma edição especial, chamada de “30”, saindo por um preço de R$ 1 milhão e meio, ao contrário da convencional Califórnia, que pode ser adquirida por um preço de mais de R$ 400 mil, algo que equivale a praticamente metade deste valor em dólares.

O preço exato possui uma variação que depende da cotação do dólar e dos vários lugares em que será comercializada. Este ano saiu a edição especial da Califórnia, batizada de Califórnia 30, por possui cerca de 30 cv de potência a mais que a versão anterior da mesma marca, além de ter recebido uma diminuição de 30 kg em seu peso e mantido seu preço.

Ferrari Califórnia azul

Ficha técnica da Ferrari California 2013

Agora, em 2013, a Califórnia se torna um inovador e chamativo produto por ser o primeiro modelo a possuir motor dianteiro, um V8 com oito cilindros, com injeção direta de combustível de até 4,3 litros, chegando a 490 cv de potência, um aumento de 37 cv em relação ao modelo anterior.

Outra inovação é que o modelo, considerado um conversível inspirado em automóveis da Fórmula 1 é o primeiro a utilizar um câmbio de 7 marchas com embreagem dupla, possuindo rodas de liga leve e podendo atingir até 310 km/h. A Califórnia agora pode ir de 0 a 100 km/h em até 3,8 segundos, permanecendo como um dos conversíveis mais velozes da atualidade, assim como tantos outros produtos da Ferrari.

Algo que chama muito a atenção na Califórnia é o compartimento presente no porta-malas que, ao ser ativado, faz a tampa traseira se abrir e o teto subir, assim sendo fechado. Além disso, possui também uma capota rígida que reduz o ruído do vento, trazendo mais conforto para seus passageiros.

Ferrari Califórnia amarela

Interior da Ferrari California 2013

No interior da Ferrari Califórnia destacam-se as cores bege, preto e cinza em revestimento de couro, possibilitando dois lugares na frente e dois atrás, um carro ideal para a família.

Oito alto-falantes, cinzeiro na dianteira, tomada com saída 12v dianteira, luz no porta-malas e airbags laterais e dianteiros que incluem proteção para o passageiro são alguns dos aspectos mais chamativos na estrutura do automóvel pelo seu preço.

Interior da Ferrari Califórnia

Neste modelo estão ainda acoplados o sistema GPS e Bluetooth – incluindo telefone e transmissão de música, – luzes tipo LED, volante de direção com ajuste de altura, indicador de temperatura externa e ar-condicionado automático, fazendo o Ferrari Califórnia 2013 consolidar-se como um dos carros de luxo mais vendidos não só no Brasil, mas em todo o mundo.

Preço do Ferrari Califórnia 2013

Dianteira da Ferrari Califórnia

A Ferrari é uma das marcas mais cobiçadas e requintadas do mundo, a qual faz projetos cada vez mais modernos e dá prioridade no desenvolvimento tanto do interior como também no design e o motor de seus veículos. Os modelos antigos da Ferrari valem uma boa quantia em dinheiro, afinal é uma das raras empresas que os carros produzidos perdem pouco de seu preço com o passar dos anos.

Dentre todos os modelos Gran Turismo da marca, a Ferrari Califórnia é a primeira a utilizar um motor na parte dianteira com oito cilindros. Feita exclusivamente para quem busca esportividade, luxo, prazer ao dirigir e versatilidade em qualquer tipo de terreno.

Ficha técnica da Ferrari Califórnia 2013

Um dos detalhes que mais chamam a atenção na Ferrari Califórnia é a capota que recebeu um compartimento especial dentro do porta-malas, assim que acionada, a tampa traseira se abre e o teto começa a subir para fechar e acomodar os passageiros. O câmbio possui tecnologia retirada especialmente dos carros de Fórmula 1, com sete velocidades automáticas e a opção manual que tem seis velocidades.

O motor da Ferrari Califórnia 2013 é um V8-90° 4.3 com injeção direta de combustível, o qual gera até 483 cavalos de potência, valor que aumentou em 30 cv perante a antecessora dessa linha. Os freios são ABS Brembo para garantir a segurança dos passageiros, a Ferrari ainda utilizou alumínio em praticamente metade da carroceria da Califórnia 2013, deixando-a mais leve em relação as suas antecessoras. A Califórnia consegue fazer de 0 a 100 km/h em apenas 3,8 segundos, mantendo assim, a fama da Ferrari em ter os veículos mais rápidos da história.

Traseira Ferrari Califórnia

Preço no Brasil da Ferrari Califórnia 2013

O importador conhecido como Grupo Via Itália, normalmente traz a Ferrari Califórnia por um preço variante através de encomendas e os interessados precisam entrar em contato com a empresa. Os valores cobrados para a importação do carro variam muito de acordo com a cotação atual do dólar, portanto o preço cobrado com a cotação deste mês pode variar nos meses seguintes dependendo de como está à bolsa de valores.

Depois de confirmado a disponibilidade da Ferrari Califórnia em praticamente todas as capitais do mundo através das importadoras, o veículo passou a ser analisado atentamente pelos consumidores interessados. Aqui no Brasil, quem estiver pensando em adquirir uma Ferrari Califórnia 2013 terá de pagar um preço superior a R$ 400.000,00 reais, esse é o preço sem os impostos que são cobrados em diferentes partes do país.

Interior Ferrari Califórnia

Ao adquirir essa máquina por um preço não acessível terá a oportunidade de atingir os 320 km/h, velocidade essa que é limitada de fabrica, com um interior luxuoso todo recoberto com couro original nas cores preto, cinza e bege. Nas próximas gerações a Ferrari Califórnia poderá mudar com certeza, afinal a Ferrari é uma empresa que vive se renovando, com o intuito de oferecer o melhor para os seus consumidores.

Laferrari 499 unidades italiana

Hoje mesmo, no Salão de Genebra foi revelado um novo modelo de supercarro de uma das marcas mais completas do mundo, a Ferrari, que  já estudava a ideia de colocar um carro que fosse além das expectativas e que tivesse muita qualidade para surpreender a todos. Além disso, ainda era necessário que o veículo contasse com poucas unidades de mercado para deixar os que não comprassem necessitados de ter um e assim essa pessoa certamente vai querer investir numa próxima geração, esse modelo novo é diferente já pelo primeiro fato que é das portas abrirem para cima, coisa que dificilmente vemos em uma Ferrari independente de qual seja o período dela. Conheça um pouco mais sobre o assunto.

LaFerrari Italiana

O primeiro ponto é que o veículo é voltado para apenas 499 unidades e poucas pessoas terão a chance de conhecer melhor esse carro pessoalmente, seu estilo é diferente e mais arrojado do que os que conhecíamos anteriormente nessa marca. Esse é o carro que recebe o estilo de motorização baseado no HY-Kers que é feito e desenvolvido com a ajuda da equipe de Fórmula 1, não só os engenheiros tiveram a oportunidade de trabalharem nesse veículo como também os pilotos Fernando Alonso e Felipe Massa, a tecnologia que tem por trás desse grande esportivo permite que ele alcance a incrível potência de 963 cavalos. Ele tem um motor elétrico e outro a gasolina, infelizmente ele ainda não pode rodar apenas com o motor elétrico, mas a empresa pretende rever essa situação para os próximos modelos.

Ferrari dianteira

Mais detalhes

O carro tem um torque muito bom de 91,7 kgfm disponível a 6.750 rpm, apesar de toda essa potência muitos podem achar que ela vai emitir mais poluentes, mas na verdade funciona de maneira diferente o carro proporciona 50% menos emissão de poluentes. A marca italiana surpreendeu a todos ao dizer que o seu veículo é capaz de fazer de 0 a 100 em menos de 3 segundos enquanto isso permanece em alta rotação e consegue chegar aos 200 km/h em apenas 7 segundos e depois limita-se a 350 km/h, isso demonstra que velocidade não vai faltar nesse carro que tanto pode surpreender a qualquer um. A Ferrari disse que resolveu dar esse nome ao seu carro porque essa é a expressão máxima do que pode ser chamado o seu carro, é um nome forte e que atrai a pessoas de todas as idades para saber mais a respeito.

Ferrari

Dentre todos os detalhes o modo de abrir as portas para cima é um dos que mais chamam a atenção, afinal poucos modelos da marca receberam esse tipo de adorno já que somente a concorrente Lamborghini tinha isso como seu principal detalhe.

Nova Ferrari Berlinetta 2012

Para a Ferrari uma coisa que está pouco importando a partir de agora é o estilo de seus clientes, na verdade ela quer todos em apenas um, para isso montou uma sala especial onde são reunidos diversos tipos de materiais que servem de referência para criar veículos que satisfaçam a vontade de seus clientes. Nesse espaço são encontrados tecidos, cores, madeiras e lembra um atelier de um alfaiate, todos esses materiais são voltados para construir um carro que certamente agrade ao proprietário. Nessa mesma sala foi apresentada então a nova Berlinetta, uma Ferrari diferente de tudo o que já vimos e que já é o carro mais veloz da história da marca.

Berlinetta Ferrari

Apesar do carro ser o mais veloz a empresa não quer conquistar clientes apenas pela velocidade de seu carro, mas também pela beleza e por ele ser justamente aquilo que a pessoa procurava. Nesse carro você pode encontrar 740 cavalos de potência com um incrível torque de 70,3 quilos, ela chega para substituir o 599 GTB Fiorano 70 kg mais leve e com cerca de 5 centímetros a mais na altura. A velocidade já foi aumentada, mas não é só isso o que a empresa busca, eles querem subir também o número de clientes, apesar de todas as 800 já estarem vendidas, qualquer um que esteja interessado pode ir até uma concessionária e fazer uma encomenda do veículo. O prestígio da montadora é tanto que eles sabem que logo mais terão que planejar uma nova frota.

Ferrari Berlinetta

Muitos detalhes novos no carro

Após alguns testes no veículo a empresa constatou que a maior parte de seus clientes usam o veículo com constância, por isso desenvolveram nesse veículo um sistema de rodagem que mostrou que é possível conseguir andar com ela sem ter que se preocupar com a velocidade excessiva. Por isso o interessado que comprar esse carro vai encontrar boa referência para rodar nas ruas, sem contar ainda que no interior terá dois lugares super confortáveis para conduzir. O interior ainda tem um volante com todos os comandos bem aparentados e fáceis de serem clicados, cinco entradas de ar servem para dar maior conforto para quem dirige a máquina. Apesar de seu super desempenho e de sua aparência esportiva inegável, cada vez mais pessoas estão interessadas em ter esse veículo e não são apenas jovens são pessoas da meia idade para cima.

Berlinetta interior

Na estrada o carro vai render muito para quem quiser velocidade e economia, mas seu valor não será nada suave, quem mora na Europa, por exemplo, vai ter que desembolsar algo em torno de 270 mil para contar com ele. Os brasileiros por sua vez além de arcar com os valores do carro ainda terão de pagar pela taxa de importação e impostos, isso encarecerá o produto.

Ferrari 458 Itália Spider

O carro dos sonhos de todas as pessoas é um “monstro” é difícil de encontrar alguém no mundo que nunca tenha sonhado ao menos uma vez em ter uma dessas para rodar por aí, até mesmo os brinquedos que contêm essa marca são mais caros que os demais demonstrando a dimensão desta marca. Conforme os anos vão passando a maior parte da população já vai se desligando do sonho de ter uma Ferrari e começam a se contentar com os carros comuns, afinal para ter uma dessas é preciso desembolsar muito dinheiro, sem contar que quando é importada para o nosso país ela recebe imposto sobre o seu valor e se torna ainda mais cara e complica o sonho das pessoas. Mas vale a pena conferir este modelo.

458 Itália Spider

Muitas pessoas estavam insatisfeitas com a versão lançada pela montadora italiana, por isso esse carro foi parar na Alemanha onde foi “tunado” e recebeu modificações significativas. A coisa mais interessante que aconteceu foi a mudança na velocidade que eles fizeram ela ter ainda mais potência se é que isso era possível, o novo sistema fez com que o carro ficasse 21 quilos mais leve que o modelo original e com isso recebeu um novo sistema de injeção eletrônica no motor de 4.5 8V. Na versão original do carro ele consegue chegar apenas a 570 cv e a 320 km/h, já com as modificações o carro consegue ir a 325 km/h e 609 cavalos de potência.

Ferrari dianteira

Estética das mudanças

Mesmo já sendo um modelo muito bonito esteticamente falando os alemães conseguiram fazer mais um milagre e deixar esse carro ainda mais belo, as rodas da frente são de aro 21 enquanto os traseiros são de 22 polegadas, ainda foram instalados difusores traseiros, saias laterais, spoiler dianteiro e traseiro. Todas essas peças incluindo a estrutura do escapamento são feitas de carbono, sem dúvidas muito trabalho foi feito neta Ferrari que nem teve o valor divulgado de tão sem ideia de preço que os montadores ficaram.

Ferrari traseira

Pelas imagens é possível notar a beleza que esse carro recebeu e tudo o que envolveu este trabalho, o deposito de pneus e os jardins foram lugares perfeitos para a realização das fotos desta versão em amarelo do esportivo italiano.

Ferrari Califórnia cheio de novidades

Ferrari California cheio de novidades

O Ferrari Califórnia é um carro recheado de coisas inéditas para a Ferrari: o primeiro motor V8 dianteiro, o primeiro uso de injeção direta, a primeira transmissão de sete velocidades, o primeiro verdadeiro sistema de controle de largada, o primeiro teto rígido retrátil e o primeiro escapamento empilhado. Mas não tenha medo, todos esses ineditismos não mudaram a pureza da Ferrari, elas apenas ampliaram os horizontes.
Esse motor dianteiro é o primeiro de oito cilindros, com ele a Ferrari conseguiu fazer do Califórnia básico um verdadeiro super carro. A injeção direta ajuda a melhorar o consumo e reduzir as emissões, mas como o Califórnia é mais pesado que o F430 com o qual compartilha a arquitetura do motor, as configurações são otimizadas para aumentar o torque em 1,9 kgfm. No total, agora são 49,3 kgfm e 460 cavalos de potência.
A caixa de cambio manual automatizada Getrag de sete marchas e embreagem dupla é melhor que o cambio F1 manual automatizado de embreagem simples que é usado na maioria das Ferraris atuais. A velocidade das trocas é praticamente imensurável. Além disso, o tranco que era causado pelo antigo câmbio sumiu.

Ferrari California cheio de novidades

Outras Ferraris já tiveram sistema de controle de largada, mas nada comparado ao sistema da Califórnia que realmente funciona. O sistema funciona da seguinte maneira: desligue o controle de tração CST, pise no freio, aperte o botão de largada, espere pelo sinal sonoro e afunde o pé no acelerador. Quando as rotações atingirem cerca de 3000 rpm, solte o pé do freio. Tudo o que você precisa fazer agora é simplesmente se segurar e manter o carro alinhado. A nova transmissão do Califórnia, configurada para modo de largada, sobe as marchas automaticamente até elas acabarem.
Ao invés de usar o teto de tecido convencional, a Ferrari optou por um teto rígido retrátil. O novo chassi funciona surpreendentemente bem para manter a rigidez que nós conhecemos e amamos nas Ferraris. Outro ponto interessante no teto conversível é sua inteligência. Se você estiver parado em um semáforo, interseção, ou mesmo na garagem, e quiser subir ou baixar o teto, o carro apenas o fará se considerar a situação segura. Já que toda a traseira se move para fora cerca de 45 cm durante a operação, um sensor determina se há algo que pode ser atingido.
O escapamento empilhado é uma jogada da Ferrari para a solução de pressão do ar que pode se acumular nos compartimentos das rodas. Com uma saída de ar na parte traseira do compartimento para expelir a pressão, eliminando a possibilidade de a traseira do carro ficar leve quando se passa dos 160 km/h. O formato lado a lado tradicional não funcionava tão bem para aliviar esse acúmulo de pressão.